Arquivos da categoria: Livros

Língua Portuguesa com Sábia Sabiá

Hoje, 15 de outubro, é dia de Santa Teresa de Jesus, doutora da Igreja, cujas palavras e exemplo me servem de modelo; e dia dos professores! Confesso que sinto ainda exercer tão digna profissão. Aproveitando a data comemorativa, decidi publicar minha opinião a respeito de uma pequena coleção de livretos.

Um dos recursos que utilizamos aqui em casa para ensinar Português é a coleção de Eugênio Britto A Sábia Sabiá. Até onde sei, há três volumes – Ortografia, Acentuação e Plural -, mas possuímos somente os dois primeiros.

Os dois volumes que temos aqui em casa.

Os dois volumes que temos aqui em casa.*

Os livros chamaram minha atenção por causa do texto – está todo em rima, tanto as explicações quanto as exemplificações. Eis um trecho do livro Aprenda a acentuar com a sábia Sabiá (p.19):

Todas as paroxítonas formadas por ditongo aberto

não recebem o acento: esse é o modelo certo.

Preste, então, muita atenção para ser o líder da alcateia:

palavras como androide, asteroide, joia e geleia

não podem ser acentuadas. Guarde bem essa ideia!

Não é bacana? Como são livros de referência, e não de prática, afinal não oferecem exercícios, eles não devem ser a única fonte de informação sobre os assuntos para os aprendizes. Entretanto, acho que eles podem enriquecer a abordagem dos pontos a serem estudados, pois os expõe de maneira diferente dos livros didáticos, além de envolver o estudante através da musicalidade de sua poesia. Recomendo.


* Esse post não é marketing, tampouco é um serviço remunerado. Aqui expresso minhas opiniões pessoais a respeito de recursos que eu e meus filhos usamos durante o tempo de estudo deles em casa com o intuito único de compartilhar experiências. 

Adaptando atividades dos livros

Costumo fazer adaptações nos textos e exercícios dos livros didáticos dos meus filhos. Minha principal intenção é transformar em algo mais interessante, que aguce a curiosidade dos meus pequenos e que os leve a pensar mais. Vários são os tipos de atividades que crio. Aqui compartilho alguns.

Acrescentei associação de grafias e cópia nesse exercício de prática

Alfabetização: acréscimo da caligrafia cursiva

Esse ano, minha pequena de 5 anos está revendo todo o alfabeto e sendo apresentada a caligrafia cursiva. No exercício acima, por exemplo, acrescentei as sílabas na cursiva para ela cobrir e associar à grafia ….

Para apresentação do acento agudo: após completar as orações com vocabulário da figura, perceber semelhanças entre as palavras.

Título e explicação substituídos pelas instruções e exercício, respectivamente.

Para a re-apresentação do acento agudo ao meu filho, bolei uma atividade (em cima da explicação do livro) que o levasse a perceber o símbolo e a lembrar seu uso. Primeiro, escrevi numa folha de papel orações incompletas baseadas na figura do livro. Colei essa folha na página do livro de forma que escondesse as informações contidas ali (como mostra as fotos acima e abaixo).  Para finalizar, substituí o título por instruções. Meu pequeno deveria preencher essas lacunas com um vocabulário simples, previsível e já conhecido por ele, e finalmente, notar que todas levavam o mesmo acento. Somente depois de tal análise, ele leu a explicação e os exemplos do livro.

A explicação vem depois do exercício de descoberta

A explicação vem depois do exercício de descoberta.

Em História, quis suscitar o tema “Mudanças com o tempo” instigando o raciocínio dele. Tampei a palavra tempo do título (como mostra a foto abaixo) e pedi para que ele observasse as três sequências de imagens e notasse o que todas mostravam. E, aí ele completaria a frase com a palavra-chave!

Bastou uma interrogação no título para suscitar curiosidade e reflexão

Bastou uma interrogação no título para suscitar curiosidade e reflexão sobre a História.

Já em Ciências, estudamos as partes das árvores observando uma no nosso quintal. Após muito falarmos sobre a árvore, no dia seguinte fizemos um exercício no livro: o texto ilustrado do livro que servia de apresentação foi transformado em exercício de revisão! Com líquido corretivo, apaguei os nomes das partes para que ele completasse as descrições.

Em vez de apresentação, exercício de revisão com uso de corretivo

Em vez de apresentação, exercício de revisão com uso de corretivo

Virtudes

O livro de religião da filha de uma amiga minha me inspirou a dedicar um pouco do tempo com meus filhos falando sobre algumas virtudes.

Aprendendo a pensar de Jam Black, publicado no Brasil pela Associação Internacional de Escolas Cristãs, não me agrada muito: o conteúdo é demasiadamente focado no Antigo Testamento, as ilustrações não são nada atraentes e muitas atividades se baseiam no âmbito escolar e dependem de recursos extras.

Depois de Sabedoria, Obedi^encia, Zelo e Gratid~ao, abordaremos Organiza'c~ao

As virtudes da Sabedoria, Obediência, Zelo e Gratidão.

Porém, ele me conquistou ao propor às crianças o estudo e a prática de 15 virtudes. Como meus filhos já têm uma vivência dentro da igreja e razoável conhecimento (infantil) da Bíblia, explorar essas qualidades seria novidade.

Decidi explorar cada virtude em três encontros. Para a apresentação do tema, suscito breve discussão e no fim confeccionamos um cartaz, sempre usando técnicas diferentes, que será exposto num canto da casa por um tempo. Num segundo encontro, dou exemplo de alguém, seja figura bíblica ou santo(a), que tenha sido modelo de tal qualidade. Depois de narrar a biografia brevemente, vemos imagens (fotos ou ilustrações) em livros ou na web. Na terceira-e última-vez que tratamos do tema, busco mostrar a necessidade da qualidade e as graças que sua aplicação pode trazer para a vida deles e de outros.

Para a virtude da Organização, nada melhor do que ordenar as letras.

Para a virtude da Organização, nada melhor do que ordenar as letras.

Esses momentos são especiais para mim por dois principais motivos. Primeiro, eu posso dar uma mensagem cristã e educá-los para serem adultos decentes. Segundo, eu vislumbro a reflexão de cada um a respeito deles mesmos e o impacto de suas atitudes perante à família e os outros. E isso não tem preço!