Organização

Organização foi o tema abordado em Ensino Religioso nas últimas quatro semanas. Falamos sobre os benefícios de ser uma pessoa organizada, lemos sobre São Jerônimo e sua tradução da Bíblia, analisamos figuras de lugares bagunçados e como eles ficariam melhor se arrumados e, por fim, colocamos em prática um “sistema de participação na ordem doméstica”. Apesar do nome pomposo, é algo bem simples e tem se revelado eficaz.

Figurinhas de ações identificadas para serem colocadas no pote.

Figurinhas de ações identificadas para serem colocadas no pote.

Para cada um dos participantes, ou seja, meus 4 mais velhos, confeccionei figurinhas de tarefas domésticas. Esses cartõezinhos tinham, de um lado, uma ilustração de uma tarefa (E.g.: criança arrumando pares de sapatos) e a identificação do participante a quem ele pertencia no verso. Fiz mais ou menos 15 desses cartõezinhos para cada um e eles precisavam mantê-los num potinho de margarina, devidamente ornado e identificado. Toda vez que eles realizavam uma tarefa, eles deviam colocar a figurinha correspondente num pote de lenço umedecido (Escolhi esse pote porque parece com uma urna ou um cofre e é de plástico). Ao final do dia, antes de dormir, damos baixa das ações realizadas numa simples tabela que fica dentro do pote.

Para minha surpresa, eles gostaram da ideia. A minha mais velha, de 5 anos, é fiel cumpridora das suas tarefinhas e não esquece de colocar suas figurinhas no pote. É a nossa recordista!