Leitura de plantas arquitetônicas simples

Meu filho acabou de sair de uma unidade sobre leitura e interpretação de plantas de construções simples e de mapas da vizinhança. A abordagem do livro era previsível: focava muito o contexto de escola e sala de aula e usava de personagens e lugares fictícios. Então, para tornar ambos os assuntos mais concretos e, ao mesmo tempo, mais abrangentes, eu e meus pequenos realizamos uma série de atividades usando a planta da nossa casa e um mapa da nossa vizinhança. Nesse post, compartilho a primeira parte – leitura e interpretação de plantas, lembrando que as atividades foram distribuídas ao longo de alguns dias. Os mapas ficam para o próximo post.

Reconhecendo o quarto da mamãe...

Reconhecendo o quarto da mamãe.

Para a apresentação do assunto, passeamos pela nossa sala com uma planta observando a disposição dos móveis e como eles estavam representados na legenda. A atividade de checagem de compreensão foi preencher a legenda da planta de um outro cômodo; eu desenhei os símbolos e meu filho escreveu o que eles representavam.

Identificando a sala de estudo e os móveis.

Identificando a sala de estudo e os móveis.

Num outro momento, para relembrar o assunto, fizemos outras duas atividades. Primeiramente, o entreguei a planta de um terceiro cômodo e pedi para que ele o identificasse e preenchesse alguns símbolos da legenda. Depois, dei desenhos ligeiramente diferentes de um mesmo cômodo e pedi para que ele identificasse o correto e explicasse os erros dos outros. Depois foi a vez dele desenhar a planta de um cômodo para eu adivinhar.

"Qual é o desenho que melhor representa seu quarto?"

“Qual é o desenho que melhor representa seu quarto?”

Parti então para a leitura da planta do terreno da casa. Dei a planta de todo o terreno, que incluía a garagem e portão, jardim e árvores, varanda e casinha dos fundos, além da casa. E pedi para que ele marcasse no papel a localização exata dos X’s que eu já havia previamente plantado em alguns pontos do terreno e da casa.

Planta do nosso terreno

Planta do nosso terreno

O X marca o lugar: na varanda

O X marca o lugar: na varanda

O X da questão: no quintal

O X da questão: no quintal

Ele (e as irmãs, que não queriam ficar de fora da “brincadeira”!) participou de tudo com muito interesse e falou que adorou a caça-ao-tesouro, mesmo não tendo encontrado nenhum!

  • Obrigado Adriana! Continue acompanhando e divulgando o blog. Estamos planejando algumas novidades em breve.
    Abraço.

  • Adriana Siqueira Albuquerque R

    Muito bom tudo que é exposto no blog ,parabéns!

  • Dulce Maria

    Muito interessante! Onde encontro um guia para atividades do gênero? Quero começar o ED mas não sei por onde!

    • Graziane

      Dulce, nosso início foi marcado por duas coisas: Primeiro, muita leitura. Lemos livros e sites sobre currículo, experiências, atividades, etc. A maioria, porém, em inglês. Selecionamos os que nos chamaram a atenção na Amazon.com. E segundo: um dia simplesmente sentei com meus filhos no chão, abri um mapa mundi e comecei a falar sobre o descobrimento do Brasil. Senti que a atividade foi agradável e eficaz, como também possível levar a empreitada adiante. Espero ter ajudado.