Arquivo da tag: cartaz

Cartaz para desenho no chão

Uma das formas eficazes que uso para entreter os menores por alguns bons minutos é colocá-los para desenhar sentados no chão. Para isso, prendo uma folha de papel 40kg ou de cartolina com fita adesiva e libero a caixa de lápis de cor ou a de giz de cera ou a de canetinhas (pinceis). E deixo-os livres.

Preparando a atividade: quem joga os lápis no chão?

Preparando a atividade: quem joga os lápis no chão?

Sugestões de Variações

Normalmente, os pequenos gastam até 20 minutes nessa atividade, mas já chegaram a ficar mais tempo. Na minha experiência, qualquer pequena alteração nessa brincadeira torna-se uma grande novidade e, consequentemente, mais atraente às crianças.

Eis alguns exemplos de mudanças de impacto:

  • usar fitas adesivas coloridas;
  • colocar dois, três ou até quatro folhas no chão uma colada à outra, aumentando consideravelmente o espaço para desenho;
  • colocar dois, três ou até quatro folhas no chão separadas umas das outras, em pontos diferentes do ambiente;
  • imprimir imagens e grudá-las no chão para as crianças colorirem.
Cartolina ficou pequena para tantas mãozinhas

Cartolina ficou pequena para tantas mãozinhas

Outros Propósitos

Além de servir para mero entretenimento, essa atividade pode certamente ser adaptada para outros fins, como na revisão de algum assunto (transportes, animais, vegetais, etc) ou para a prática de técnicas de arte (aquarela, formas geométricas, colagem, etc). Só precisa ter em mente que quanto mais elaborada for a atividade, a supervisão de adultos se fará mais necessária.

Adição até 20 usando cartaz

Das atividades que minha filha de 5 anos realizou para o reforço e a automatização de adições até 20, há duas que quero compartilhar aqui. Eis a primeira.

Depois de muitos exercícios escritos feitos ao longo de alguns dias, mudamos um pouco com a seguinte tarefa: escrevi somas numa folha A4 e dispus recortes com os resultados, como mostra a foto abaixo.

Operações num cartaz e os totais esperando para serem devidamente posicionados

Somas num cartaz e os totais esperando para serem devidamente posicionados

Minha pequena teve, então, que escolher uma operação, resolvê-la, achar o recorte com o resultado correto e colocá-lo sobre a soma, uma a uma, até que todas as adições fossem resolvidas e a folha de operações se transformasse num quadro de números 11-20!

15 em cima de 10 + 5!

15 em cima de 10 + 5!

A pequena fez questão de não deixar nenhuma soma sem seu total!

A pequena fez questão de não deixar nenhuma soma sem seu total!

No meu caso, porém, acabei escrevendo duas somas de resultado 14 e esquecendo alguma que desse 20. Mas minha filhota não se importou, foi lá e completou o cartaz mesmo assim!

Alfabeto destacando sílabas em palavras

Ano passado apresentamos o alfabeto* em letras de forma para nossa filha. Para esse ano planejamos reapresentar o alfabeto em letra cursiva e acrescentar o cedilha, dígrafos e todo o restante. No tempo de transição, passamos algumas semanas revisando o aprendido antes de iniciarmos a cursiva.

Cartaz de frutas e adesivos com seus nomes: sílabas destacadas

Cartaz de frutas e adesivos com seus nomes: sílabas destacadas

Uma das atividades de revisão, foi o Cartaz de Frutas. Começamos conversando sobre as frutas: nomeamos, descrevemos sabores, expressamos gostos, etc. Então, mostrei uma lista com os nomes das frutas em pequenos recortes de adesivo, onde uma sílaba estava destacada de vermelho. Pedi para a minha pequena escolher uma palavra, ler em voz alta, identificar a fruta e colar o adesivo em cima da fruta correspondente.

Pequena lendo 'abacaxi'...

Pequena lendo ‘abacaxi’…

Minha intenção ao destacar uma sílaba era dar uma pista, observar sua agilidade de raciocínio, e, ao término, relembrá-la do tanto que ela já sabia. Se em ‘abacaxi’ ressaltei o ‘xi’, depois repassávamos o ‘xa, xe, xo, xu’ pensando em outras palavras.

...para colar em cima da figura certa. Ponto para ela!

…para colar em cima da figura certa. Ponto para ela!

*Para terminar, gostaria de esclarecer algo: quando digo ‘o alfabeto’, quero, na verdade, dizer ‘as sílabas’, pois não ensinamos “b+a”, mas simplesmente “ba”.

Vegetais e seus habitats

Começamos recentemente a rever e aprofundar o tema “Vegetais” em Ciências. Seguindo a sugestão do livro didático que usamos, decidi iniciar relembrando os ambientes em que as plantas vivem. Lemos o texto proposto, conversamos a respeito das fotos contidas nas páginas do livro, e finalizamos esse primeiro encontro fazendo uma atividade de colagem.

Cartaz antes da colagem

Cartaz antes da colagem

Numa cartolina, colei ilustrações de diferentes ambientes e os identifiquei. Nas laterais desse cartaz, usei prendedores de roupa para segurar os recortes das plantas que deveriam ser coladas no seu devido habitat. Tinha um girassol, um coqueiro, uma alga, uma vitória-régia, um cacto e um pinheiro.

Detalhe dos prendedores segurando as plantinhas que seriam coladas

Detalhe dos prendedores segurando as plantinhas que seriam coladas

Meu filhão lendo as legendas para as irmãs

Meu filhão lendo as legendas para as irmãs

Antes da colagem, instiguei a participação de todos perguntando que lugares eram aqueles, como era o clima nesses lugares, em quais deles eles já estiveram, etc. Então, mostrei os recortes das plantas. Cada um deles deveria pegar uma planta, identificá-la, dizer que ambiente era mais adequado para ela e finalmente colá-la.

"O coqueiro fica na praia", diz a de 3 anos.

“O coqueiro fica na praia”, diz a de 3 anos.

O resultado pode ser visto na foto abaixo. Eles curtiram tanto que o cartaz está em exposição até hoje. Intacto!

Todos orgulhosos do trabalho de equipe.

Todos orgulhosos do trabalho em equipe.