Arquivo da tag: corrida

Ortografia no chão

O estudo de ortografia deve ser constante e por isso mesmo não deve ser massante. Atualmente, meu menino está revendo a escrita de sons que podem ser representados com mais de uma letra do alfabeto (Eg.: o som do Z, que pode ser escrito com ‘z’, ‘s’ e ‘x’ ) e a menina está reforçando as sílabas (E.g.: ga/go/gu) e discernindo pronúncias próximas (Eg.: c/g, b/p, d/t, etc). Consegui dar uma animada no assunto  com um joguinho de pular na(s) letra(s) correta(s).

Acertando a escrita de "chaminé".

Acertando a escrita de “chaminé”.

No caso do x/ch, escrevi com giz no chão da nossa garagem uma fileira de ‘x’ e paralela a essa, desenhei outra de ‘ch’, de maneira que ficassem em pares x/ch. Então, ditei as regras do jogo: eu diria uma palavra com o som /sh/ e ele deveria pular na letra (ou letras) de sua forma escrita. Se ele acertasse, avançava para o par seguinte. Porém, se errasse, voltava dois pares. Para tornar a atividade mais interessante e desafiadora, impus um limite de palavras; portanto, ele precisava chegar no fim da fileira antes que minha lista chegasse ao fim. Ele adorou!

Acertando sílaba presente em 'gafanhoto'

Acertando sílaba presente em ‘gafanhoto’

Dias depois, adaptei a brincadeira para as necessidades da minha pequena, que estava terminando de revisar ga, go, gu. Escrevi as três sílabas no chão e procedi do mesmo modo como descrito acima. Repetimos o exercício novamente, dessa vez para reforçar as diferenças entre C e G. E como minha pequena de 3 anos está pedindo para brincar também, vou adaptar listando palavras que iniciem com A, E, I, O, ou U para ela pisar na vogal correta.

Esse foi mais difícil.

Esse foi mais difícil.

 

Circuitos

Circuito é uma das atividades prediletas dos meus filhos. Junto diferentes materiais, os disponho numa sequência legal e estipulo um movimento a ser feito para cada um.

Passinhos para iniciar...

Passinhos para iniciar…

Nas fotos deste post, por exemplo, mostro nosso último circuito. Tudo começava com uma caminhada lenta sobre tijolos. Logo depois, as crianças precisavam deslizar num escorregador e prosseguir correndo sobre uma tábua de madeira, molhando os pés numas vasilhas, pulando como sapinhos sobre um pedaço de plástico-bolha, saltitando dentro de bambolês e espocando balões sentando em cima deles. O final era uma explosão de adrenalina com socos e chutes num boneco de ar (joão-bobão). Pura diversão. Nem sei quantas vezes eles fizerem o percurso…

...mas, depois do escorregador, as coisas aceleram!

…mas, depois do escorregador, as coisas aceleram!

Parada para refrescar os pés.

Parada para refrescar os pés.

Para cada circuito que monto busco incrementar com alguma novidade. No da foto acima foi a inclusão de vasilhas com água para eles molharem os pés. No próximo penso em fazê-los rolar na grama. O interessante é variar na seleção dos materiais e objetos para experimentarem diferentes texturas (duro, macio, seco, molhado, etc) e movimentos (simples, complexo, lento, rápido, etc). Diversão garantida!