Faz duas semanas que uma das minhas filhas me pediu para revisar acentuação.

Peguei meus livros, dei uma revisada no assunto, coloquei meus neurônios para trabalhar e comecei um plano de estudo sobre o tema. Decidi começar revisando separação de sílabas.

Separando sílabas em quadro branco com alfabeto magnéitco

A primeira atividade foi separar as sílabas de palavras que eu havia escolhido previamente num quadro branco magnético.

Obviamente, a atividade também pode ser feita em janela de vidro, plástico de mesa ou mesmo no chão com letras recortadas de cartolina. Meu interesse era fazer com que não parecesse um exercício de sala de aula (por hora!). Queria um início interessante, que agradasse. Uma pequena mudança de abordagem e é como um móvel novo num ambiente conhecido: traz algo de especial que acaba por despertar o interesse, a motivação. Eu sempre gostei dos ímãs porque são duráveis e não sujam. Pessoalmente, acho que é um material de estudo que vale a pena ter em casa. E funcionou perfeitamente. Acabou também por atrair a sua irmã mais nova. Nos 2 erros que elas cometeram, corrigimos ali mesmo, sem rabisco ou caneta vermelha.

Dois dias depois, realizamos uma outra atividade. Sabem aquela em que a criança bate uma palma para cada sílaba de uma palavra? Para a palavra Â-NI-MO, por exemplo, seriam 3 palmas. Eu optei por mais movimento: para cada sílaba, minha pequena tinha que dar um passo largo. Foi mais legal que as palmas e meus outros filhos maiores de 8 também se interessaram, se juntaram a ela e inventavam tipos de passos: deslisando, rodopiando, abaixadinho, etc. Quando uma errou, a outra mostrou com passos como a palavra era separada.

E num terceiro dia, aí sim, veio o reforço escrito com exercícios em folha. Anexo um ao final do post para dar-lhes um exemplo.

Como meu objetivo final é revisar acentuação, essa semana pretendo dar continuidade ao estudo abordando sílaba tônica e, se tudo correr bem, publicar as atividades que realizarmos aqui na próxima segunda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.